19 de Setembro de 2017,

Cidades

A | A

Domingo, 16 de Julho de 2017, 11h:50 | Atualizado:

PRÓ-ESTRADAS

Estado executa 174 obras em rodovias


A Gazeta

duplicacao-mt251.jpg

 

Atualmente, 174 frentes de obras são executadas em todo o Estado por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), via programa Pró-Estradas. A estimativa de investimento é de R$ 1,6 bilhão. Só nas três rodovias estaduais que saem da capital, em obras ao mesmo tempo, são investidos cerca de R$ 100 milhões nas duplicações e construção de uma trincheira.

O projeto Pró-Estradas foi lançado em 2015 pelo Executivo e já concluiu 1.700 quilômetros de asfalto, considerando as obras de pavimentação de novas rodovias e as de reconstrução do antigo pavimento. As rodovias Helder Cândia (MT-010), Emanuel Pinheiro (MT- 251) e Palmiro Paes de Barros (MT- 040), que ligam a capital aos municípios de Rosário Oeste, Chapada dos Guimarães e Santo Antônio de Leverger, respectivamente, estão entre as vias em processo de duplicação.

“A Sinfra tem trabalhado de forma planejada para mudar a realidade da infraestrutura de Mato Grosso. O Pró-Estradas implantou ações focadas, não somente na pavimentação de acesso aos municípios, mas também na reconstrução de rodovias que foram recebidas por esta gestão em avançado estado de degradação”, frisa o gestor da pasta, Marcelo Duarte.

Estrada da Guia

A duplicação será em 4,9 km da Rodovia Arquiteto Helder Cândia (MT-010), mais conhecida como Estrada da Guia que, segundo Duarte, é uma das regiões que mais cresce em Cuiabá.

A obra teve início no dia 1º de fevereiro deste ano e o investimento é de R$ 30 milhões. A rodovia vai ter uma concepção moderna de engenharia, com previsão de construção de rotatórias e uma ciclovia no canteiro central. Secretário Marcelo Duarte informou que a obra deve ser finalizada em 2018, sem precisar mês. A duplicação vai do entroncamento com a Estrada de Chapada dos Guimarães ao trevo de acesso ao Rodoanel que, segundo Duarte, terá a obra licitada ainda este ano.

“Serão duas pistas de cada lado, além de um canteiro central de nove metros, com a ciclovia. Teremos calçadas de cinco metros em cada lado. Trabalhamos com um padrão diferente de qualidade”

Também está em fase de construção uma trincheira. Ela ficará no entroncamento da “Estrada da Guia” com a “Estrada da Chapada”. Conforme Duarte, o acesso “vai desafogar o trânsito no local, que é uma das principais saídas da capital para a região Norte”. Serão mais de R$ 25 milhões nesta obra, com previsão de entrega em 2018.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS