21 de Julho de 2017,

Cidades

A | A

Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 15h:03 | Atualizado:

ESTRADA DA GUIA

Obras de duplicação da MT-010 ganham ritmo após fim das chuvas

marceloduarte.jpg

 

O secretário de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso, Marcelo Duarte, vistoriou a obra de duplicação de 4,9 km do perímetro urbano da Rodovia Arquiteto Helder Candia (MT-010), a popular ‘Estrada da Guia’. A rodovia será duplicada entre o entroncamento com a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), a ‘Estrada da Chapada’, e o trevo de acesso ao Rodoanel.

Com a expectativa de ser finalizada em 2018, a MT-010 vai ter uma concepção moderna de engenharia, com previsão de construção de rotatórias e uma ciclovia no canteiro central. Ao todo, serão investidos mais de R$ 30 milhões em recursos do Pró-Turismo, programa gerido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT).

“Estamos fazendo uma visita em loco para vistoriar o andamento das obras, principalmente agora que ganharam ritmo acelerado com o fim do período chuvoso. Nessa primeira fase está sendo executada a recuperação do atual pavimento, terraplanagem e conclusão dos desvios para construção da nova trincheira”, disse o secretário Marcelo Duarte.

Trincheira moderna

O titular da Sinfra também conferiu de perto a construção da trincheira de 365 metros que irá fazer parte do complexo rodoviário, que inclui as duplicações das estradas da Guia e Chapada.

As obras vão desafogar o trânsito e melhorar o acesso a bairros como Ribeirão do Lipa, Jardim Ubirajara e Despraiado, em Cuiabá, além de facilitar o acesso às cidades de Acorizal, Jangada, Rosário Oeste, entre outras do Norte do Estado, bem como de Chapada dos Guimarães, Campo Verde e a região Sul.

A trincheira vai desafogar o trânsito no local, que é uma das principais saídas da Capital para a região norte do estado. Serão investidos mais de R$ 20 milhões na obra da trincheira, com a previsão de entrega também para o final de 2018.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Próprio | Sábado, 20 de Maio de 2017, 11h57
    0
    0

    Eu gostaria de saber é se as empresas que prestam serviço para o governo, principalmente as construtoras, estão recebendo.Pois mesmo as empresas que não tem contrato com o governo acabam sendo afetadas indiretamente, já que atendem estas, e quando vão cobra-las só escutam que não receberam do governo. Se é verdade, fico pensando se o governo acha que as coisas para as empresas caem do céu. Se o governo através das grandes obras não faz o dinheiro girar como quer ter arrecadação e geração de emprego?

  • Joao | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 23h28
    0
    1

    O projeto que eu vi naó tem reforço do 60cm do subleito

  • Ricardo | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 19h00
    2
    1

    O duro é começar e não terminar!! Como andam as obras da MT 020 paradas não tem 1 maquina trabalhando

  • Hugo | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 17h57
    0
    2

    QUANDO É PRA PRIVATIZAR AS OBRAS SÃO RÁPIDAS EM!!!!! QUE COISA ESTRANHA!!!!!

  • gildo | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 17h16
    2
    2

    Quando a noticia é boa ninguem vem comenta ne!!!

  • caleb santiago de brito | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 16h17
    5
    0

    DINHEIRO DE NOSSOS IMPOSTOS TEM QUE SER BEM APLICADO MESMO.

  • Humberto | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 16h05
    5
    3

    As obras vão desafogar outras coisas também, como uma empresa que nunca fez rodovia na vida "ganha" um contrato deste tamanho? Tem coisa podre no ar...

  • Julio Muzzi | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 15h59
    6
    4

    ESSE É O CAMINHO SENHOR PEDRO TAQUES E SECRETÁRIO MARCELO, OU SEJA AS REALIZAÇÕES DAS OBRAS, NO MAIS É SÓ CONVERSA PRA BOI DORMIR. E VAMOS RETOMAR AS OBRAS DO VLT.

  • pantaneiro | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 15h58
    5
    5

    Bola pra frente meu Governador! A história lhe fará jus como um dos melhores administrador de MT! Cuiabá/Várzea Grande saberão recompensa-lo, podes crer´!

  • Ana Paula | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 15h43
    3
    1

    Transito vai ficar uma benção no CPA.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS