28 de Julho de 2017,

Cidades

A | A

Domingo, 16 de Julho de 2017, 08h:35 | Atualizado:

DEJETOS EM ESGOTO

Padaria é notificada por dano ambiental

abilinho.jpg

 

A padaria Moinho, instalada no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá, foi alvo de fiscalização de agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública no final da tarde dessa sexta-feira (14-07), sendo notificada por suspeita de descartar dejetos sem tratamento em um córrego vizinho ao estabelecimento.

A notificação ocorreu em virtude de uma denúncia feita pelos vereadores Abilio Junior (PSC) e Paulo Henrique (PV) junto à Secretaria. Os parlamentares acompanharam a vistoria feita pelos fiscais no local.

“Não sabemos ainda de onde está vindo esse descarte. Ainda assim, tudo indica que o que está ocorrendo aqui é uma questão muito grave de poluição de meio ambiente. Se isso se confirmar, a empresa ou quem for o responsável por esse crime terá que ser penalizado”, enfatizou Abilio, dizendo que vai acompanhar todo o processo.

De acordo com o agente fiscal, Aécio Pacheco, pelas características que foi encontrada a água do córrego, há, realmente, fortes indícios de contaminação. “O forte mau cheiro, a cor da água e a espuma que ela apresenta levam a crer que se trata de poluição ambiental”, disse Pacheco.

O vereador Paulo Henrique destacou a importância de fiscalização ambiental. “Temos que manter nossos córregos e leitos de rio limpos. E nós, como vereadores, temos que fiscalizar para casos de poluição como a que pode estar ocorrendo aqui sejam coibidos”, disse.

Segundo o fiscal da Ordem Pública, após a vistoria, e consequente notificação da empresa suspeita de despejar dejetos e/ou demais poluentes no córrego, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano seria informada sobre a ocorrência para realizar análise da água. E a empresa, já notificada, teria um prazo de 72 horas para apresentar as documentações necessárias e comprovar a situação de regularidade do estabelecimento.

“Após ser notificada, a empresa tem um prazo de 72 horas para apresentar o projeto de tratamento de esgoto, a licença ambiental, o alvará de funcionamento e sanitário”, explicou o fiscal, em cumprimento às leis municipais nº 004/92 e nº 146/2007, que tratam de crime ambiental e licenciamento ambiental, respectivamente.

Conforme Pacheco, entre o processo de entrega de documentação e análise da Smades, o processo deve decorrer em um prazo dez dias úteis. “Se ao final desse prazo a empresa não comprovar a situação de regularidade, poderá ter o estabelecimento interditado por crime ambiental”, afirmou o fiscal.

Um funcionário da empresa, sem se identificar, informou aos vereadores e ao fiscal que a empresa possui todos os documentos legais de funcionamento, bem como realiza o descarte de dejetos da empresa num sistema de esgoto existente no local.

 

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Luciano | Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017, 00h17
    10
    0

    Engraçado a prefeitura notificar pra apresentar alvará nem ela mesmo sabe se emitiu autorização de funcionamento

  • ROBERTO RUAS | Domingo, 16 de Julho de 2017, 23h12
    12
    3

    Todo dia tem alguma coisa com essa padaria. Alguém quer que ela quebra.

  • carlos | Domingo, 16 de Julho de 2017, 22h18
    17
    1

    Tem que multar é mandar derrubar aquele torre de prédio ao lado da unic, ali sim joga no Rio. ..esse tal do pacheco está quereno outra coisa?????

  • Lucas Pedro | Domingo, 16 de Julho de 2017, 22h11
    5
    10

    Eles sabem que essa padaria chick é do comendador?

  • Almeida | Domingo, 16 de Julho de 2017, 21h47
    20
    3

    Quem será que essa padaria tá imcomodando ???? Empreendimento mais bem adequada Ambientanebte !!! Porque será que não para de sair matéria ruim dessa empresa ??

  • Almeida | Domingo, 16 de Julho de 2017, 21h36
    17
    1

    Tem gente que ficou bravo com essa padaria mesmo em !!! Não para de sair matéria ruim sobre ela !! Que será que aconteceu !!!

  • LUNETA | Domingo, 16 de Julho de 2017, 21h26
    5
    16

    ESSA PADARIA MOINHO É AQUELA MESMA QUE HUMILHOU UMA EX-FUNCIONÁRIA HAITIANA, SEGUNDO ESTE MESMO "SITE", COM CERTO REQUINTE DE RACISMO? AQUI SE FAZ, AQUI SE PAGA.

  • Patricia Guiller | Domingo, 16 de Julho de 2017, 20h39
    18
    2

    Fala sério!!! Vão multar e perturbar os bandidos. Quem produz emprego e renda, além de belo empreendimento em Cuiabá fica com esses carrapatos em volta. Chega!!! Tudo em nome do "interesse público né?" Entendi!!!!

  • J.José | Domingo, 16 de Julho de 2017, 20h19
    16
    0

    Terão muito serviço nobres edis, já que 70% do esgoto de Cuiabá passa pelos córregos. A padaria não tem culpa se não há rede e tratamento de esgoto em Cuiabá dos 300 anos.

  • Genuíno Fornari | Domingo, 16 de Julho de 2017, 19h25
    14
    4

    Lógico que a divulgação positiva ou negativa pela imprensa em geral trás segurança para população! Não estou autorizado nem defendendo a Moinho! Mas como vejo este empreendimento um orgulho para nossa capital! Não seria uma ação para ser vista com muito critério, pois este nível de divulgação, pode levar a derrocada! E pelo que sei o proprietário trabalhou muito para se instalar! Criando um número alto de empregos, correndo todos os riscos normais de um investimento deste Porte! SÓ PARA PENSAR!!!!

  • José | Domingo, 16 de Julho de 2017, 19h04
    17
    2

    Senhores vereadores quer aparecer, de pulinho no bairro dom Bosco tem o córrego barbado e mais de 150 famílias totalmente ilegal nesta App ,é um prato cheio para boa obra

  • Marcio | Domingo, 16 de Julho de 2017, 18h23
    14
    1

    Existem muitos bairros e casas em Cuiabá sem esgoto, não apenas uma padaria. Se quiserem mesmo resolver o problema temos que cobrar a concessionária dos serviços públicos de água e esgoto que faça os investimentos necessários. Antes esses seviços eram de responsabilidade do poder público que não fez a sua parte. Um empreendimento como esse passa por vários tipos de fiscalizações, melhor investigar antes de jogar o nome dos outros na lama.

  • X9 | Domingo, 16 de Julho de 2017, 14h39
    12
    0

    Pronto, agora sim. A fiscalização já pode trabalhar sem interesse político . Tem serviço que não acaba mais rsss

  • TICO | Domingo, 16 de Julho de 2017, 14h21
    17
    0

    PARECE QUE AGORA TEREMOS A RECUPERAÇÃO DE TODOS OS CORREGOS DA NOSSA CAPITAL, VAMOS ACOMPANHAR.

  • Juliano | Domingo, 16 de Julho de 2017, 12h04
    31
    2

    Não entendi, em qualquer "córrego" que passamos, o que tem é esgoto. Seja no "córrego" próximo ao Bonavita, seja no próximo ao Res Harmonia, seja no que passa no Parque Mão Bonifácia, e demais "córregos". Então a Moinho não é a responsável e sim todos que estão em volta do curso hídrico.

  • Eleitor | Domingo, 16 de Julho de 2017, 12h03
    19
    7

    Em suas sacolas tem propaganda de "única empresa verde" ..... imagine se não fosse ....!!!

  • Xomano | Domingo, 16 de Julho de 2017, 11h59
    28
    1

    Se querem mostrar serviços que fiscalizem todos os córregos de Cuiabá. Estão todos virados em esgoto. Quem lança ?

  • Joao Ferrary | Domingo, 16 de Julho de 2017, 11h25
    14
    14

    Umhhhmmm!!! Tem que investigar isso. Conheço aquele lugar, tem uma mini florestinha ali, NAO PODE ACABAR COM AQUILO, tem que ser punido qualquer um que queira destruir aquele pedaço de natureza dentro da cidade. Absurdo se for verdade, viu! Padaria do Moinho!

  • Gisltinho | Domingo, 16 de Julho de 2017, 10h34
    27
    0

    Isso aí não é nada, se comparar com as fezes "bosta" despejado no córrego do barbado, pelo os invasores da APP do córrego do barbado alí no Res Dom Bosco Cuiabá, que é afluente deste córrego aí da padaria do Moinho.Eles , invadiram a barranca do córrego, não pada IPTU, não paga água da cab, e, tem uns que na certeza da impunidade estão construindo até dobradinho com laje na cara do poder publico. Doutor Ari praeiro, tenha dô dos peixinho lombari do córrego do barbado, e manda este povo sair de lá. Tão criando um bairro "castelo brando" dentro do do Res Dom Bosco o que é ilegal. Os órgão fiscalizadores ficam jogo de empurra, um esperando pelo outro e o córrego do barbado ta morrendo

  • Galileu | Domingo, 16 de Julho de 2017, 10h05
    25
    2

    Com certeza essa padaria está irregular mas e os esgotos gerados pelos bairros dessa bacia? Esses vereadores querem palanque. Se eles estão a favor do povo, porque não reverter a cobrança da tarifa de esgoto de nove bairros cobrada sem o serviço ser prestado? Pois nesses nove bairros,o esgoto é afastado das casa e lançado no córrego ou na drenagem e cobra 80% da tarifa de água por esse serviço. Isso é uma grande injustiça.Para lançar no córrego não precisa de concessionária o proprio morador pode fazer isso.

  • EDVARDO RODRIGUES | Domingo, 16 de Julho de 2017, 10h04
    30
    3

    visiitem a cervejaria louvada gente aqui no JARDIM iMPERIAL Joga dejetos direto na boca de lobo niguem suporta o odor durante a noite principalmente no final de semana jaq falamos isso a secretaria de meio ambiente mais fiscal não fez nada

  • Luiz Guilherme | Domingo, 16 de Julho de 2017, 10h03
    27
    0

    Gente, vamos olhar também o Parque Máe Bonifácia. O córrego que passa dentro do parque está com um mau cheiro terrível e isso tem que ser verificado de onde está vindo o esgoto que jogam nele. Absurdo que um parque como esse, frequentado diariamente por dezenas de pessoas são obrigados a conviver com esse mau cheiro.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS