22 de Setembro de 2017,

Entrelinhas

A | A

Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 10h:29 | Atualizado:

AUMENTO BARRADO

Câmara de Cuiabá dá 1º tiro certo

justinomalheiros2.jpg

 

O novo presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Justino Malheiros (PV), deu o primeiro passo para tentar apagar a imagem de Casa dos Horrores do Parlamento municipal ao desistir do aumento nos salários dos vereadores. A sociedade cuiabana, como um todo, reprovou a decisão dos vereadores que na última sessão do ano passado, de forma sorrateira, aumentaram seus próprios salários em 25%. 

O problema não é o aumento em si. Todo trabalhador tem direito a reajuste salarial. O problema é o momento e a forma como ele foi concedido pelos parlamentares. 

Neste momento de crise econômica por que passa o país, é impensável qualquer reajuste. Ainda mais de servidores públicos que constantemente são questionados por sua serventia.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Eleitor de Olho | Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 14h40
    6
    2

    Qual tiro certo ? O prefeito já havia dito que vetaria o aumento. Os vereadores sabiam que tentar derrubar o veto traria polêmica de novo, além de não terem 17 votos para isso. Pedir o projeto de volta é questão de auto-preservação, e tentar deixar a imagem de bonzinhos. Mas garanto que todos ficariam bem contentes com o salário maior. Até os demagogos que ficam pregando que não deve aumentar, e jogando para a plateia.

  • Eleitor de Olho | Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 14h40
    4
    1

    Qual tiro certo ? O prefeito já havia dito que vetaria o aumento. Os vereadores sabiam que tentar derrubar o veto traria polêmica de novo, além de não terem 17 votos para isso. Pedir o projeto de volta é questão de auto-preservação, e tentar deixar a imagem de bonzinhos. Mas garanto que todos ficariam bem contentes com o salário maior. Até os demagogos que ficam pregando que não deve aumentar, e jogando para a plateia.

  • Fiscal do povo | Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 13h41
    5
    1

    Agora que fazer media, ate parece que ele não estava brigando pelo aumento!!

  • fidedigno | Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 11h52
    4
    2

    esse justino malheiros já se queimou com a população, tamanha a indignação que ele ficou por não sair esse aumento. pra mim ele tá fora. e vamos ficar de olho...

  • renato | Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 11h37
    3
    2

    Até 1977 nenhum vereador recebia salário no Brasil, era uma prestação de serviços gratuitos a comunidade. Mas como o Brasil é o país do "jeitinho", mudaram a lei, agora virou um balcão de negócios escusos.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS