28 de Julho de 2017,

Entrelinhas

A | A

Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017, 11h:23 | Atualizado:

LIVRE E SEM PRAIA

Juíza proíbe Lima de morar no RJ

chicolima.jpg

 

O desembargador Alberto Ferreira de Souza, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, determinou a soltura do procurador aposentado Francisco de Andrade Lima Filho, o "Chico Lima". A decisão foi dada na última quinta-feira (13). Chico Lima estava preso no Centro de Custódia da Capital (CCC), em razão da 4ª fase da Operação Sodoma, deflagrada em setembro do ano passado. Chico Lima vai passar a usar uma tornozeleira eletrônica, mas não poderá retornar ao Rio de Janeiro (PRJ), onde alegoiu anteriormente que estava trabalhando como motorista de Uber.

 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • PapaPeixe | Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017, 15h23
    4
    0

    Liga não ,tem a Praia da Vereda aqui em Santo Antonio...

  • laura | Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017, 14h52
    2
    1

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk motorista de uber? seria cômico se não fosse trágico! esses criminosos da atualidade inventam cada coisa para se esquivarem de cumprir com suas responsabilidades!

  • José Carlos | Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017, 13h57
    2
    1

    É muito descarado esse procurador. Alegar que está trabalhando como motorista de Uber, kkkkk. Só rindo mesmo. O incrível é que o judiciário aceita esse tipo de argumento esdruxulo fazer parte de um processo de defesa. Quem não conhece o sr Chico Lima? Todos sabem que o mesmo possui fazenda, imoveis supervalorizados além do salário de procurador. E vem com a estória de ser motorista de Uber??? É para escrotinar ainda mais o Judiciário.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS