23 de Outubro de 2017,

Entrelinhas

A | A

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 09h:12 | Atualizado:

DEU NO ESTADÃO

Temer rejeita demissão de Maggi

maggi-temer.jpg

 

Deu na “Coluna do Estadão”, assinada pelos jornalistas Andreza Matais e Marcelo de Moraes. “Incomodado com sua inclusão na lista de investigados da Lava Jato, pela delação da Odebrecht, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, procurou Michel Temer para colocar seu cargo à disposição. Blairo se considera injustiçado pela acusação e quis deixar o presidente à vontade, abrindo mão do posto. Temer recusou o pedido, dizendo que confiava na sua inocência e capacidade. O ministro aceitou permanecer. Na delação, Blairo é acusado de receber R$ 12 milhões da Odebrecht na campanha para o governo de Mato Grosso, em 2006. Ele nega as acusações”.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Julio Muzzi | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 14h55
    9
    3

    QUEM QUER DE FATO SAIR FAZ UMA CARTA EM CONDIÇÕES IRREVOGÁVEIS E VAI EMBORA PARA CASA; ESSA DE COLOCAR O CARGO A DISPOSIÇÃO ESTA EQUIVOCADO, UMA VEZ QUE CARGO DE CONFIANÇA SEMPRE ESTEVE A DISPOSIÇÃO DE QUEM NOMEIA.

  • alexandre | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 11h31
    18
    2

    Se o governo exonerar os ministros, vai parecer confissão de culpa, portanto, o tempo faz o povo esquecer dos escândalos através de novos escândalos.. porque a justiça é tão lenta ? A política precisa de limpeza.

  • vando | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 11h19
    18
    4

    mais só essa que faltava um sujo querendo inocentar outro.esse Brasil e um esgoto puro.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS