22 de Setembro de 2017,

Entrelinhas

A | A

Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 01h:45 | Atualizado:

PROPINA DA LUA

Usina em MT daria R$ 500 mil/semana

temer-joesley.jpg

 

A termelétrica de Cuiabá está bem no centro da atual crise brasileira. No fatídico encontro em que o empresário Joesley Batista, da JBS, gravou o presidente Temer, um pedido sobre Cuiabá foi feito pelo empresário. 

No caso, Joesley queria que o presidente intercedesse sobre uma disputa entre a JBS e a Petrobras, no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), sobre fornecimento de gás para a usina. Temer mandou Joesley procurar o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para cuidar do problema.

Assim foi feito e foi acertada uma propina de R$ 500 mil por mês durante 20 anos, tempo de fornecimento de gás para a usina. O primeiro pagamento foi feito no mês passado, em uma pizzaria em São Paulo, e filmado pela Polícia Federal. O Cade ainda não decidiu sobre a questão entre a JBS e a Petrobras. 

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • gilmar | Sábado, 20 de Maio de 2017, 10h49
    1
    0

    Esses bandidos travestidos de empresários estão quebrando o Brasil a anos.

  • Julio Muzzi | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 19h13
    5
    0

    PELO O QUE EU SEI A USINA TERMOELÉTRICA FOI FEITO PARA GERAR Mwh E NÃO PROPINA.A REPÚBLICA BRASILEIRA ESTA TOTALMENTE CONTAMINADA.

  • Dr. Cuca Beludo | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 10h09
    15
    0

    Ai é dinheiro heim!!! Por semana!!!??? Affffff

  • Atenção na redação | Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 08h19
    22
    1

    500 mil por semana e não mês!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS