22 de Novembro de 2017,

Mundo

A | A

Segunda-Feira, 13 de Novembro de 2017, 18h:36 | Atualizado:

CADA COISA

Cavalo é ‘preso’ e passa a noite em delegacia de Sergipe

cavalo-cela.jpg

 

Um cavalo foi 'preso' pela Policia Militar na cidade de Nossa Senhora Aparecida (SE), após dar um coice em um veículo durante a realização de uma cavalgada no início na noite deste domingo (12). A informação foi confirmada pelo comandante do policiamento no município.

Segundo o engenheiro civil e proprietário do animal, Wiliam Francisco dos Santos, ele estava com o cavalo quando outras pessoas pediram para passear com o animal. “Como sou conhecido de muitas pessoas, não vi problema em emprestar. Um rapaz saiu para dar uma volta e o cavalo se assustou e deu um coice, que atingiu o veículo de uma mulher da cidade de Ribeirópolis. Em seguida, um policial pegou o cavalo e o levou para à delegacia”.

Wiliam diz que se ofereceu para levar o animal, mas o policial se recusou e informou que ele só seria liberado nesta segunda-feira (13). “Quando eu cheguei na delegacia o cavalo estava em uma cela, como se fosse um marginal. Ele estava sem comida, sem água e em um espaço onde não podia ser mexer. A noite eu levei comida, mas hoje de manhã não me deixaram alimentá-lo”, desabafou.

“Não existe nenhum procedimento contra mim, mas prenderam o meu cavalo. Estou registrando um Boletim de Ocorrência e vou entrar na Justiça. Precisei pedir ajuda para uma Ong de proteção aos animais para tentar soltá-lo. O que só aconteceu na tarde desta segunda-feira. Ele foi liberado, mas está mancando de tanto ficar sem se mexer”, denuncia.

A representante da Ong Educação Legislação Animal (Elan), Nazaré Morais, registrou um Boletim de Ocorrência referente aos maus tratos em virtude do cavalo ter ficado em um local inadequado.

Sobre os danos causados pelo coice do cavalo no veículo, William informou que nesta terça-feira (14) vai comparecer à delegacia no município de Ribeirópolis, onde a dona do carro reside para acertar o pagamento dos danos.

O capitão da Polícia Militar, Vagno Passos, comandante do policiamento no município, durante a realização da cavalgada, disse que o animal passou a noite na delegacia porque o dono se recursou a admitir a responsabilidade e culpou a motorista por ter estacionado na área da festa. “O cavalo deu um coice na porta de um veículo, sendo utilizado como meio para cometer o crime de dano. E foi conduzido à delegacia para que fosse realizado o procedimento”, disse.

O capitão negou que o animal sofreu maus tratos, mas admitiu que ele passou a noite na delegacia. “Ele ficou em uma área de serviço, recebeu água, alimento e não foi maltratado. Não ficou na área externa por questões de segurança, pois poderia ser roubado. Somente hoje o proprietário do animal assinou um termo de reponsabilidade sobre o dano e o cavalo, e o animal foi solto”, finalizou.

 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Isaias Liborio Soares | Domingo, 19 de Novembro de 2017, 10h23
    0
    0

    Quem deveria ser preso era essa calhorda de policiais BURROS dessa cidade aí de Sergipe, até aprenderem a trabalhar como policial, caso contrário deveriam largar a farda e irem puxar carroça no lugar desse cavalo que com certeza tem mais educação que eles.

  • Jai | Quarta-Feira, 15 de Novembro de 2017, 00h55
    0
    0

    Animal foi quem perdeu o animal.

  • Joabe Corrêa Strazzacapa | Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 18h03
    0
    0

    Meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

  • jades oliveira e oliveira | Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 10h30
    0
    0

    tinha que prender era o dono do animal, não o cavalo

  • Luis Martins | Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 09h44
    10
    0

    Bom dia Delegado eu tenho um caso pro senhor resolver aqui também, como o senhor tem xadrez pra animais eu tenho duas vacas que dão sapatadas como esse cavalo, só que elas são duas vacas boas de leite e que também gostam de roubar, mais por elas serem boas de leite eu não quero vender pra matar, se puder venha prender elas pra reeducar , só que aí o senhor vai ter que comprar ração e não se preocupe que o leite o senhor pode tirar, não vou pagar fiança pra tirar elas, o leite que o senhor tirou servirá como a fiança. O animal que o senhor prendeu não é meu mais fiquei muito indignado. Delegado eu tenho um veículo também e se eu tiver em uma cavalgada e isso me acontecer, eu nao vou mandar matar nem mandar prender vou procurar o dono do cavalo pra o prejuízo a gente resolver. Quem lê esse comentário me diga se estou certo ou errado ?

  • Natália Daniele Lopes | Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 09h22
    7
    0

    Atitude completamente equivocada desses policiais. Pelo visto, o animal causou dano ao carro, então seu dono, de certo modo, responde por isso. Mas dano no código penal, exige o dolo, não se admitindo dano culposo, deste modo o que deveria ser feito, era a proprietária do veículo registrar um boletim de ocorrência e procurar seus direitos no juízado especial CÍVEL.

  • Paulo Vicente Antonio da Silva | Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 04h58
    1
    7

    Bela atitude dos policiais, eles apenas recolheram o animal que tinha sido abandonado pelo dono , como somos facilmente manipulados pela notícia de cunho sensacionalista .

  • Tinho | Segunda-Feira, 13 de Novembro de 2017, 23h44
    11
    1

    Meu Deus.... Tinha que botar atras das grades era os Cavalos que prenderam o cavalinho (( policial militar, escrivão e Delegado ))... agora se o cara tivesse batido com o carro no outro carro eles iriam botar o carro atras das grades ???? Danos ao patrimônio o que tem aver prender o cavalo se era só fazer o registro e a dona do carro entrar com uma ação civel contra o dono do cavalo...aff

  • Paulo | Segunda-Feira, 13 de Novembro de 2017, 20h01
    5
    0

    PM não gestão sobre delegacia e sim PC.

  • Rowling | Segunda-Feira, 13 de Novembro de 2017, 19h02
    19
    1

    Cada atitude imbecil das "toridades" desse país....tinha que botar na cela o animal homem que usa farda....aff

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS