17 de Janeiro de 2018,

Mundo

A | A

Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 12h:00 | Atualizado:

NO FÓRUM

Juiz leva soco e cai desmaiado em audiência

agressao.jpg

 

O juiz de direito João Luciano Sales do Nascimento, do Juizado Especial Cível e Criminal de Praia Grande (SP), foi agredido com um soco na boca e permaneceu alguns segundos desacordado durante uma audiência nesta sexta-feira (15). 

A agressão ocorreu depois que o magistrado foi xingado e deu voz de prisão para o suposto autor da agressão, o desempregado Marcus Vinícius Ribeiro Feijó, conforme boletim de ocorrência da Polícia Militar.

Feijó participava de uma audiência de conciliação no Cejusc (Centros Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) de Praia Grande com a presença do advogado dele, que também é seu pai. A chefe do Cejusc chamou o juiz, que estava em seu gabinete, depois que o advogado do suposto autor do ataque começou a atrapalhar a conciliação.

O juiz foi, então, até a sala de conciliação, que fica num prédio anexo. O advogado, que aparentava estar agitado, segundo relato da polícia, pediu a palavra, o que foi negado.

O magistrado começou a anotar a ocorrência, quando foi xingado pelo suspeito de "macumbeiro". O juiz questionou o suposto agressor sobre o que tinha dito, que levantou-se e reafirmou: “Isso mesmo”.

Em seguida, o juiz deu voz de prisão ao suspeito, que partiu para cima do magistrado. O advogado, também pai do suspeito, e uma funcionária do juizado precisaram conter o rapaz.

Os dois conseguiram, à força, levar o suspeito para fora da sala. Porém, o suspeito conseguiu escapar da dupla, avançou contra o juiz, em quem acertou um soco na boca. De acordo com a polícia, a vítima teria perdido por segundos a consciência e caiu no chão.

Na delegacia, o suspeito se manteve calado.

A reportagem do R7 entrou em contato com a família do suspeito, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Marcelo B. V. Jr. | Domingo, 17 de Dezembro de 2017, 10h32
    3
    1

    Com a Constituição de 1988 foram enaltecidos os direitos em detrimento das obrigações. Em decorrência, o brasileiro passou a abusar de seus direitos, esquecendo, voluntariamente, de seus direitos. A Democracia é perniciosa à sociedade brasileira, porque ninguém respeita ninguém. Quem deveria impor respeito, Juízes, Promotores, Policiais, Professores, são constantemente criticados e agredidos pelo "povão". O povo não precisa de Democracia, mas de educação. O escritor José Martiniano dos Santos na obra "1942" , Atentado ao Brasil reproduz o pensamento de Hitler: "Os brasileiros são uma raça de mestiços corruptos e que a democracia dificilmente funcionará na América do Sul. Sua ideia era esperar alguns anos e ajudar a nos livrarmos do sonho democrático" .

  • jose bomfim dos santos santos | Domingo, 17 de Dezembro de 2017, 07h20
    0
    0

    lamentavel

  • solange | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 23h16
    2
    0

    Infelizmente coisas jamais vistas nesse pais estamos assistindo. Ele com mta certeza aprendeu isso, vendo o Sergio Cabral desrespeitando o Juiz aqui no Rio.

  • Sgt bolado | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 19h33
    5
    2

    Eu também Miguel Loiro! Proponho irmos todos à praia soltar pombas brancas, todos abraçados cantando "we are The world"! E podemos também aproveitar e distribuir panfletos educativos ensinado os margin.. quer dizer essas vítimas dessa sociedade opressora e policialesca como devem se portar em sociedade. Tenho certeza que vamos resolver de uma vez por todas o problema da segurança pública com esses simples e singelos gestos!

  • ZihgTerencio | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 19h11
    10
    3

    Caro “Luneta”, por que “mocorongo”? Porque ele estava trabalhando e tentando colocar ordem em um lugar público, exercendo sua função (veja que a reportagem, em momento algum notícia deslize do magistrado)? Alguém que se empenha na nobre tarefa de conciliar cidadãos que procuram uma justa resposta estatal merece ser agredido? Para reflexão.

  • Eleitor | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 16h58
    10
    0

    Cadeia de verdade para este marginal e agora quero ver os direitos humanos ir lá apoiar o Juiz que foi agredido pelo marginal!!!

  • LUNETA | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 16h07
    10
    9

    JUIZ MOCORONGO. ACHA QUE ISSO NUNCA VAI ACONTECER COM ELE. EM UMA CIDADE DO INTERIOR DE SC, TENTARAM RESGATAR UM PRESO EM PLENA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA, SOB TIROS. TODOS FORAM SALVOS POR UM POLICIAL E O VIGILANTE QUE REVIDARAM A INJUSTA AGRESSÃO FINALIZANDO COM A PRISÃO DOS ENVOLVIDOS NO ATENTADO CONTRA A MAGISTRADA.

  • eliasaraujojp@gmail.com | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 15h55
    10
    0

    Putzzzz, a coisa poderá melhorar, pois os juízes (maioria) proíbem policiais de entrarem em sala de audiências usando seu instrumento de trabalho (arma).

  • miguel Iorio | Sábado, 16 de Dezembro de 2017, 12h58
    9
    3

    isso é um absurdo, Dr. João é um dos melhores Magistrados do Forum de Praia Grande e dignifica o CEJUSC. É uma pessoa extremamente educada, capaz, cordata e que repito, dignifica o Forum de Praia Grande. Espero que a OAB de Praia Grande faça um desagravo digno da importância do Dr. João Luciano Sales do Nascimento.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS