22 de Novembro de 2017,

Polícia

A | A

Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 18h:39 | Atualizado:

REVISTA

Polícia encontra celulares, chips e drogas em 2 presídios de Cuiabá

celualres-presidios.jpg

 

Em duas operações realizadas no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) e na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May foram apreendidos pelos agentes penitenciários mais de 200 itens que estavam em poder dos recuperandos. Entre eles estão objetos diversos e materiais ilícitos, como aparelhos celulares, pasta base de cocaína, cadernos de anotações e chips para celulares. 

De acordo com a Superintendência de Gestão Penitenciária da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT), os objetos foram apreendidos durante a realização das operações, que seguem os parâmetros designados no Procedimento Operacional Padrão (POP). 

“Foram apreendidos 51 aparelhos celulares, 13 fones de ouvido, 2 cartões de memória, 14 baterias, 8 cadernos de anotações, 6 pen drives, 81 chips, 24 carregadores, 1 cachimbo artesanal. E ainda uma quantidade significativa de drogas e bebida, 86 porções análogo de maconha, 88 porções de pasta base e 120 litros de bebida alcoólica artesanal”, explica Sibeli Roika, adjunta interina de Administração Penitenciária. 

O objetivo da ação era efetuar uma revista geral nas unidades, além de promover a revisão de práticas administrativas, laborais e de atos relativos a execução das penas. O Sistema Penitenciário está sempre aprimorando o trabalho realizado durante as operações. “Nossas operações contam com apoio de servidores de diversas unidades, além da Diretoria de Inteligência Penitenciária, Setor de Operações Especializadas (SOE), Grupo de Intervenção Rápida (GIR) e administrativo”, informa Sibeli Roika. 

Tais operações refletem o trabalho da atual gestão, que visa unir forças e atender todas as demandas do Sistema Penitenciário (Sispen), independente da localidade que se encontra a unidade prisional, adequando nosso trabalho ao Programa de Modernização e Humanização do Sispen.

 

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS