29 de Abril de 2017,

Política

A | A

Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 16h:59 | Atualizado:

PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Deputado do PTB diz ter apoio de 5 da bancada de MT

Jovair Arantes enalteceu relação entre Goiás e Mato Grosso

jovairarantes.jpg

 

Candidato à presidência da Câmara dos Deputados e líder do PTB, o deputado federal Jovair Arantes esteve em Mato Grosso nesta quarta-feira (11) em busca de apoio da bancada do Estado.

Durante a visita, ele se reuniu com o governador Pedro Taques (PSDB), com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro e seu vice Niuan (PTB) e com cinco dos oito deputados federais por Mato Grosso: Valtenir Pereira, Fábio Garcia (PSB), Carlos Bezerra (PMDB), Victorio Galli e Ezequiel Fonseca (PP).

No encontro, Jovair destacou como muito importante o apoio da bancada do Estado, que classificou como “irmão” do Estado de Goiás – sua base eleitoral e Mato Grosso do Sul.

“Nós estamos conversando com todos, espero que tenhamos o apoio dos oito deputados, até porque Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul são irmãos, possuem as mesmas carências e dificuldades. Mas, com grande trunfo nas mãos já que são os Estados que conseguem ser o sustentáculo da economia brasileira. Então quero o apoio dos meus irmãos, porque para ser presidente de uma casa como aquela você precisa ter o apoio da família. Isso é uma demonstração de que esses Estados são da mesma família, espero contar com apoio dos oito deputados. A somatória de tudo isso é a nossa eleição e o fortalecimento do Centro-Oeste brasileiro”, afirmou em entrevista à imprensa.

Questionado sobre a possível disputa com o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, Jovair disse que está pronto para enfrentar qualquer candidato, mas que a reeleição é vedada pela Constituição Federal.

“Sou igual a time de futebol que para ser campeão tem que enfrentar qualquer um. Para ser presidente da Câmara posso enfrentar qualquer um, devo ter qualquer adversário e vou enfrentar com conjunto de apoio, inclusive aqui de Mato Grosso. Agora dos 513 deputados, 512 não precisam de parecer jurídico para ser candidato, só um precisa, só o presidente atual, então isso está errado já que expõe a casa aos olhos da sociedade. Os partidos que não concordam vão entrar na Justiça e eu como deputado tenho que somar força no momento oportuno. Isso é uma violação a Constituição que é mais grave. A Constituição no parágrafo 14 diz que é vedada, é proibido a recondução no mesmo mandato para o mesmo cargo. Então quando diz que é vedado não significa que pode assim ou assado, não pode, então é claro, ou seja, se é vedado, a lei tem que ser cumprida pelo cidadão comum e também pelo presidente da Câmara”, argumentou.

Ao final, Jovair agradeceu pela recepção que teve no Estado, tanto do governador, quanto do prefeito e dos deputados federais.

“Fui muito bem recebido pelo governador, pelo prefeito e vice e pelos deputados. De uma forma efusiva, com carinho e respeito. Gostei muito do que vi aqui e serei devedor eternamente ao povo de Mato Grosso, em especial de Cuiabá com a recepção que nós tivemos aqui”, finalizou.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS