18 de Dezembro de 2017,

Política

A | A

Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h:25 | Atualizado:

POÇO SEM FUNDO

Estado chega ao limite dos gastos com folha; TCE sugere corte de cargos e suspensão de aumentos

Entre janeiro e agosto, MT gastou 58,91% da arrecadação com funcionalismo


Da Editoria

taques-joaobatista.jpg

 

O conselheiro do interino do Tribunal de  Contas de Mato Grosso, João Batista de Camargo Júnior, emitiu alerta na tarde de hoje ao governador Pedro Taques (PSDB) sobre o aumento dos gastos do Estado com a folha de pagamento dos servidores entre janeiro e agosto de 2017. Neste período, o Estado consumiu 58,91% da receita somente com pagamento de salários do funcionalismo, sendo que o teto é 60%.

A Lei de Responsabilidade Fiscal considera 57% como limite prudencial. Ou seja, R$ 7,767 bilhões dos R$ 13,184 bilhões arrecadados foram gastos com subsídios.

Somente, o Executivo comprometeu 47,39% com servidores, extrapolando o limite de 46,55%. O conselheiro explicou que os poderes e orgãos que execederem 95% do limite de despesa total com pessoal estão automaticamente proibidos de conceder aumentos salariais com exceção de determinações judiciais; criar cargos; alterar estrutura de carreiras; dentre outros.

João Batista alerta que o governador tucano terá entre setembro e dezembro para adequar a folha para não ser punido pela LRF. "Alerto a cerca da situação fiscal e encaminho anexas as informações contidas no referido relatório técnico ressaltando que deverão ser adotadas as adequações necessárias nos bimestres e nos quadrimestres subseqüentes, bem como devem ser observadas as vedações previstas na LRF, ficando ciente de que estará sujeito às sanções legais caso as irregularidades permaneçam e ainda que, caso sejam ultrapassados tais percentuais", comenta.

Postar um novo comentário

Comentários (55)

  • João Batista | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 21h40
    1
    1

    Falando-se em cortes, seria considerável a extinção do TCE, vez que não tem serventia nenhuma, apenas despesas desnecessárias. E como pesa o TCE nas contas públicas!!!

  • João Batista | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 21h40
    1
    1

    Falando-se em cortes, seria considerável a extinção do TCE, vez que não tem serventia nenhuma, apenas despesas desnecessárias. E como pesa o TCE nas contas públicas!!!

  • servidor publico | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 11h49
    2
    0

    Avisa o ditador que ele nao vai poder chamar os aprovados do concurso da SEDUC ......

  • Henrique Lopes | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 11h30
    2
    0

    Enquanto o povo ficar brigando na ponta e não corrigir os absurdos no meio vai acontecer isso. Corta os privilégios e mordomias dos poderrs pra ver quanto sobra de dinheiro. Acorda povo, o dinheiro que falta no seu salário sobra no luxo do TJ, TCE, MP, Assembleia e outros.

  • th | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 10h16
    3
    0

    TCE É UMA PIADA...............Onde estavam nos governos passados? não que este é melhor, mas quem autorizou os aumentos por leis? Não sabiam que a conta não fecharia no futuro? Vergonhoso.....quem paga por isso é o povo de Mato Grosso. Parabéns Tio Blairo, Tio Silval e agora Pedro.

  • P.R | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 06h37
    1
    1

    se está nisso , deve ser debitado ao Governador Pedro Taques que imprudentemente colocou a partir de maio/2015, 5000. novos policiaiais na folha , quando deveria ter escalonado essas nomeações. Pergunta-se a segurança melhorou com essas nomeações? E não parou por aí nomeou mais 12000 entre contratados e comissionados.

  • Marcão | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 06h31
    2
    0

    Final de ano chegando. Esqueceram a promessa de regularidade dos salários até o meio do ano? Esqueceram do compromisso de enchugar as máquinas públicas e torná-las eficientes ? Estamos perto do caus da saúde, da segurança, da justiça.!

  • Jegue mole | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 02h20
    1
    0

    TAQUES PEDE PRA CAGAR E VAZA !!!!

  • Camila | Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017, 00h16
    3
    0

    Marcos mas quem deveria seguir o exemplo da casa de horrores Sã o os deputados pois os servidores coitados com certeza faríamos isso. Mas essa corja ñ sei preocupa com isso é sim com votos.

  • Paulo | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 23h45
    8
    1

    Esse governador tá achando o povo com cara de besta só pode. Sinval fazia e fazia com dinheiro miséria e agora o dono da administração fala em corte kkkkkkk

  • PELEGO | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 22h58
    5
    10

    Concursado é sinônimo de trabalhador agora? Não conheço ninguém que já ouviu falar do primo da vizinha da neta do fulano foi bem atendido por um funcionário público. Tem lei nova aprovada aí cambada de encostado com "estabilidade"

  • Cidadã | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 21h41
    21
    4

    Exonera todos os comissionados que a conta fecha!! Mariluci querida, passa no concurso e deixa de recalque... Falar que o Estado para se tirar os comissionados... FAÇA-ME RIR!!! Hahaha vocês não dão conta de 1/3 do que NÓS CONCURSADOS FAZEMOS!! Passe no concurso primeiro...

  • Joao da silva | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 21h32
    15
    0

    Após wilson santos perder campanha ,Pedro abrigou os secretários de assessores de Mauro Mendes !!!

  • joa | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 20h39
    10
    5

    Uai. Mas com silval era tudo certinho. tce nao falava nada. Fazia passar todo tipo de lei de carreira que ainda vai inchar a folha pra mais de 10 anos. Fez emprestimos em dolar, pra outro tantao de ano.

  • alexandre | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 20h30
    13
    3

    Os servidores federais, tem um monte de penduricalhos, auxilio tudo, igual nos Poderes, até por respirar recebem...

  • MALAGUITA | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 19h45
    22
    1

    Esse TCE Serve para que? Para nada como disse um deputado hoje Secretário so para aprovar absurdos.

  • silva | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 19h01
    4
    35

    Esses servidores públicos não entendem isso. Os servidores federais nunca tiveram rga e nem por isso fazem essa palhaçada.

  • Marcos Benout | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h53
    20
    0

    O PODER EXECUTIVO DEVERIA SEGUIR O EXEMPLO DA "CASA DOS HORRORES", OPS!, DA CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ, E EXONERAR TODOS OS COMISSIONADOS DO ESTADO! ISSO MESMO, 100% DOS COMISSIONADOS! DEIXAR SOMENTE OS SERVIDORES EFETIVOS. PARA MELHORAR, AINDA, REVOGAR OS AUMENTOS SALARIAIS CONCEDIDOS A DETERMINADOS CARREIRAS DO ESTADO NESSES ÚLTIMOS 6 MESES, TAIS COMO O INTERMAT, INDEA, SEMA, POLITEC, GRUPO TAF (FISCAIS E AGENTES DE TRIBUTOS ESTADUAIS), AAF (AGENTE DE ARRECADAÇÃO FAZENDÁRIA); OU CONCEDE AUMENTO À TODOS. AFINAL, O PRINCÍPIO DA ISONOMIA NÃO FOI PROMESSA DO GOVERNO NO INÍCIO DE SUA GESTÃO?!...

  • João | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h51
    27
    1

    Na SINFRA tem um bando de advogados comissionados que não entendem de engenharia de estradas. Tudo cabide de emprego.

  • João | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h51
    19
    2

    Na SINFRA tem um bando de advogados comissionados que não entendem de engenharia de estradas. Tudo cabide de emprego.

  • Deixa que eu chuto | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h46
    24
    1

    Verifiquem no portal da transparência quantos comissionados estão lotados no Gabinete de Comunicação e na Casa Civil. São aproximadamente 180 pessoas.

  • Servidor | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h42
    22
    4

    Senhora Mariluci olha se os comissionados são competentes porque não conseguem serem aprovados em concurso publico?? Sugiro que estude assim você será aprovada em concurso publico e não haverá necessidade de ficar bajulando políticos para se manter no serviço publico!!!

  • Xôtaxis | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h39
    25
    4

    Taques Nunca Mais!! Chega dar Nojo

  • observador | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h11
    20
    1

    Continuam contratados demais em todos os ôrgãos do governo estadual. Sem concurso é fácil pendurar tanta gente assim e extrapolar as contas públicas por favores políticos do troca troca com amigos e parentes dos parentes no poder. Isso é que precisa acabar e não acabar com concurso público que entram nos cargos pessoas munidas de muita nteligência e conhecimentos paea conseguir o cargo merecido e não por quem indica para virar essa roubalheira e corrupção qye estamos presenciando.

  • Plinio | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 18h02
    14
    2

    Deovaldo, nesse calculo nao entra verba indenizatoria nem auxiluos, portanto ABRE O OLHO E VEJA E COBRE DEMISSAO DE CARGOS COMISSIONADOS em todos os poderes pq so assim

  • rodolfo | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h55
    5
    1

    A verdade minha gente que o estado tá quebrado...só não piorou por causa do tal agronegocio...se não fosse isso Mato Grosso já tinha virada uma rio de janeiro da vida...hora de taxar os barões e fazer cortes...hora de mudança enquanto da tempo..

  • CONCURSADO | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h54
    13
    3

    Vai ESTUDAR MARILUCI e sai da internet, quem sabe assim você deixa de ser objeto do Governo.

  • ANTONIO CARLOS | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h52
    3
    18

    E agora servidores públicos? bando que não faz nada e ganham muito e ainda querem aumento.

  • Papa Banana | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h48
    1
    0

    Corta Naef?

  • Cavalo de Tróia | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h45
    21
    0

    Vamos fazer uma CPI no judiciário e no MPE, aí iremos encontrar os grandes salários, esses juízes são movidos a dinheiro, quando é pra favorecer alguém eles sentam no processo até o cara morrer, mas quando querem perseguir alguém eles acham meios rápidos de fazer acontecer.

  • Hugo | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h45
    14
    2

    TAQUES O INCOMPETENTE MÓR

  • INDIGNADO | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h44
    17
    8

    ISSO ESTÁ ACONTECENDO PORQUE O GOVERNADOR CONTRATOU MAIS DE 3.000 POLICIAIS MILITARES QUANDO ASSUMIU O GOVERNO, FATO ESTE QUE NÃO ADIANTOU NADA PORQUE CONTINUAMOS REFÉNS DOS BANDIDOS. LOGO QUE ESSE MISERÁVEL ASSUMIU O GOVERNO ELE INCHOU A FOLHA DE PAGAMENTO.

  • alexandre | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h41
    17
    1

    cortar isenção fiscal pro agronegócio de 4,9 BILHOES o que volta é 400 milhoes, pra gastar com deputados, corta PRODEIC de 3,5 bilhoes dos empresários amigos do Rei, cortar 40% dos duodécimos dos Poderes..

  • Analista Político | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h38
    42
    5

    Com o TCE formado por tecnico o Governo do Estado vai piar fino, acabou a bagunça no Executo, a farra dos Cargos Comissionados. Veja o quanto de subsecretária que esse Governo tem, assim não há dinheiro que aguente. Governo irresponsável.

  • MARILUCI | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h37
    16
    42

    Se exonerar os comissionados o estado para!! Vcs podiam sair um pouco da internet no horário de expediente e provar o contrário né "concursados"?!?!

  • Max | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h36
    53
    1

    Vai sobrar pros coitados do Executivo, mais uma vez! Isso que vale lembrar que ESTADO é Executivo, Legislativo, Judiciário e demais. Vamos cortar os salários dos que ganham mais!! Né senhores Desembargadores, Juízes, Conselheiros, Parlamentares, PGE, CGE, TCE, SEFAZ... sem falar nos cargos de Assessores de porra nenhuma!!!

  • 2018 tá chegando | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h33
    36
    3

    Má gestão , Estado inchado cabide de empregos em todas as secretarias , incompetência total !!!!! Lamentável!!!!

  • ueita | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h28
    46
    6

    bandos de vagabundos esse TCE, MP, TJ, AL, todos de Mato Grosso, o que esses caras produzem, só safadezas e sacanagens, vão estudar e deixem de mamar dinheiro que não pertence a vocês. Tenho phd em dua profissões, física e economia, talvez algum queira saber quem eu sou mas não posso com medo de sanções, sabem aqui é Brasil, tenho família etc, que exigem muitos estudos e não ganho tanto quanto esses safados, não estou com inveja, inveja dessas pessoas que não se esforçaram para terem o que tem, isso não é mérito e sim , puro roubo e parasitismo...Esse TCE tem que acabar, é um cabidão de parasitas....

  • Jurista | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h25
    31
    1

    Essas VI e auxílios não entram no cálculo de despesa com pessoal, logo não faria diferença no sentido de poder nomear novos servidores.

  • Mulher | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h20
    51
    4

    O chegou ao limite foi a roubalheira. A culpa não é de pessoas que trabalham dia após dia, batem ponto faça chuva ou faça sol. Na verdade nosso funcionalismo é deficiente, precisaria de muito mais pessoas para atender satisfatóriamente as necessidades da população. O problema está na corrupção. Está no dinheiro que ao invés de ser aplicado no fim a que se foi destinado, é desviado para o bolsos de meia dúzia. TCE, porque não te calas? O problema não é a plebe, é a "nobreza" matogrossense acobertada pelo TCE.

  • Josefh K. | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h05
    45
    1

    MT está mesmo no fundo do poço? Ou é retórica para sobrar um, e investir em obras na véspera de eleições? Exmo. Sr. Governador determina uma investigação no mui questionável Convênio ICMS 85/11 do CONFAZ - Vossa Excelêcia poderá encontrar um rombo de bilhões - no que se refere aos créditos outorgados de ICMS (Petrobrás/MT) é muito provavel que os servidores da SEFAZ/MT não irão lhe sonegar a VERDADE do que realmente aconteceu ou talvez aconteça - não sei dizer, todavia acredito que não seja conveniente perguntar tudo isso ao Secretário da pasta, pois ele vende brita pra turma e é novo, pode não se lembrar dos fatos -; ou vão? O negócio foi o seguinte: o Ex-Governador em sua Delação pode não ter relatado o alcance e a dimensão total do desvio de crédito de ICMS da Petrobras realizado em MT entre os anos 2010 e 2014; onde foi indevidamente utilizado o questionável Convênio ICMS 85/11 do CONFAZ (Lei Federal n 4320/63). Veja o volume 01 da delação de Barbosa, lá entre as fls. 129 a 133. Vais levar um susto, posto que, empreiteiras receberam o crédito de ICMS da Petrobras disfarçado de compra de emulsão asfáltica e óleo diesel (na ordem de 1,067 bilhões); e ainda não contentes, ao que parece, via SINFRA/MT, pela porta da frente, receberam novamente pelo serviço prestado no Programa MT Integrado, cujo dinheiro foi obtido por empréstimo junto ao BNDES - aprovado em Lei de 2012 - e administrado pela SETPU/MT, hoje SINFRA/MT. Investiga; somente a empreiteira Guaxe nesse período recebeu da Petrobrás (unidade de Paulínia/SP) depósitos em sua conta corrente da ordem de 700 milhões de Reais. Ninguém nunca duvidou: A COPA É NOSSA!!! Tem gente que pode ainda dever serviços para MT, posto que, talvez, tenha recebido duas vezes pela execução do mesmo objeto contratual. Ajuda o Povo Pedro!!!!

  • CATANANTE | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 17h04
    64
    2

    O interessante é que o TCE é que mais dá aumento salarial para os servidores e conselheiros, inclusive RGA integral e VERBA INDENIZATORIA DE R$ 65.OOO,OO para conselheiros substitutos.

  • deovaldo | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h55
    36
    0

    Diminuem os gastos entre todos os poderes e enxugam a maquina de verdade que sobrara dinheiro para investimentos, tiram a VI de todos, Auxilio Paletó, moradia, livros, direito de reformar duas vezes por ano mais ou menos R$ 25.000,00 para cada um, combustível, carro oficial , e vivam com salario de 28.000,00 que recebem, ajudaria o Estado, de que adianta alertar se não fazem o dever de casa, que é gastar pouco e fazer muito com eficiencia..fica a dica

  • MARIZETE | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h55
    38
    1

    corta seus apadrinhados. esses vcs não cortarão nunca

  • Ex-eleitor do Taques | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h54
    48
    5

    É SÓ DITADOR DO PEDRO TAQUES EXONERA OS MILHARES DE COMISSIONADOS (CABOS ELEITORAIS), QUE ELE NOMEOU APÓS JANEIRO DE 2015. E EXTINGUIR OS INÚMEROS CARGOS DE SUBSECRETÁRIOS QUE ELE CRIOU PARA ACOMODAR OS SEUS ALIADOS. FAÇA ISSO É A FOLHA DE PAGAMENTO DO ESTADO SE AJUSTA RAPIDAMENTE AOS LIMITES LEGAIS.

  • Rômulo | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h49
    47
    1

    Começando primariamente por diminuir o salário extratosferico que conselheiros e demais servidores do TCE recebem...Além disso, o povo de Mato Grosso precisa acordar, tem Juizes, Desembagadores e representantes do MP ganhando salários que chegam na casa doa 300 mil reais e alguns sites de "transparência" como o TJ fazem o máximo para dificultar o acesso da população a esses absurdos...Estamos em um bem dito Aparelhamento Estatal.

  • SOCIEDADE | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h48
    38
    3

    E os incentivos eternos do agronegócio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Conta outra vaiiiiiiiiiiiiiii

  • Cumadre Nhara -do bairro Lixeira | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h45
    41
    2

    O CULPADO DESTE CAOS EM MATO GROSSO. ESTÁ ABRINDO UM BANCO COM O DINHEIRO DOS COFRES PÚBLICOS NOSSO, QUEM CONCORDA COLOQUE UM POSITIVO E QUEM NÃO CONCORDA COLOCA UM NEGATIVO. E PENSE BEM FORAM N ISSO 1 .600 , BILHÃO E SEISSESTOS. DESVIADO, PARA O TAL, V.L.T. E O OUTRO CULPADO VAI DEVOLVER SÓ 80 MILHÕES, ME AJUDA AI, SOCORRO MEUS IRMÃOS MATO GROSSENSES.

  • Paulo Boss | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h43
    41
    0

    Sigam o exemplo da Camara Municipal... Exonerem os comissionados ! Basta aqueles com salarios acima de 3 mil reais...

  • Alencar | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h41
    44
    2

    Exonerar os cargos comissionados, tem um monte de assessor que não faz nada, só apadrinhados.

  • antonio silva | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h41
    39
    0

    SEFAZ / PGE / CASA CIVIL - Pode mandar 90% dos comissionados, principalmente os chefes de gabinete. Antigamente na PGE para ser chefe de gabinete precisa ser advogado inscrito, ser conhecedor das leis. Hoje? rsrsrsrsrsrs basta ter um corpo bonito, sorriso bonitão!! que tá tudo certo

  • AROLDO NUNES | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h37
    9
    22

    Passou da hora 90% da renda do estado vai para folha. por isso que não tem dinheiro para saúde, educação e investimento.

  • Teka Almeida | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h33
    74
    4

    Kkkkkk inventou concurso e chamou os candidatos com maiores subsidios e junto a VI. Agora querem culpar os servidores ralé???? Abram mão das suas mordomias.

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h32
    73
    1

    Deveriam cortar todas as ajudas de custos e benefícios dos cargos de primeiro escalão dos poderes executivo, legislativo e judiciário. Já ganham uma fortuna para viver, e ainda temos que custear mais uma série de despesas que acabam virando remuneração. Parasitas do dinheiro público.

  • Ana Claudia | Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017, 16h29
    84
    9

    É simples, só exonerar os CARGOS COMISSIONADOS!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS