29 de Abril de 2017,

Política

A | A

Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 18h:53 | Atualizado:

SERVIÇO PÚBLICO

Estado vai realizar concurso para 1,4 mil vagas na Secretaria de Saúde

Estudo sobre concurso será finalizado até o final do mês

taques-luizsoares2.jpg

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) está finalizando os estudos para a realização de um concurso público ainda este ano. O trabalho elaborado pela SES deve ser entregue até o fim deste mês à Secretaria de Estado de Gestão, que é a responsável pela condução do certame. A informação foi prestada pelo secretário Luiz Soares nesta quinta-feira (20.04) durante reunião com a diretoria do Sindicato dos Funcionários Públicos de Saúde e do Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso (Sisma-MT).

“Estamos finalizando os estudos do impacto financeiro e os números necessários”, informou Luiz Soares. Dados preliminares indicam um número de 1.424 vagas para todos os níveis. “Está sendo verificada a necessidade de vagas em cada carreira”, complementou o titular da pasta da Saúde. Foi à primeira reunião de Luiz Soares (que assumiu a pasta em março passado) com a diretoria do Sisma.

A realização do concurso vem atender a uma das principais demandas da categoria apresentada em ofício encaminhado pelo Sisma no início de abril ao governador Pedro taques; ao secretário de Estado de Gestão, Júlio Modesto; ao procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Mauro Curvo; e ao próprio secretário Luiz Soares.

“A nossa principal bandeira interna é condições de trabalho, de insumos para poder trabalhar, e de reforço para repor aqueles servidores que foram para a reserva e isso é por meio de um concurso”, enfatizou o presidente do Sisma, Oscarlino Alves de Arruda Júnior. Ele lembrou que em 2015 a SES e a Seges publicaram uma portaria conjunta para estudar a realização do concurso, prevista para dezembro daquele ano, só que o processo não tinha avançado.

Segundo o sindicato, o último concurso público na saúde foi realizado há 14 anos. A expansão dos serviços oferecidos e também a aposentadoria de servidores são responsáveis pela diminuição do quadro da SES e, por isso, existe a necessidade urgente de um novo concurso.

Durante o encontro, membros do sindicato e que representam unidades de saúde e de escritórios regionais como de Água Boa, Barra do Garças, Diamantino, Cáceres, Rondonópolis, Sinop e Juína (no total são 16 escritórios), fizeram um relato da situação de cada unidade. No documento entregue ao governador consta ainda um item que trata sobre as condições físicas das unidades, que precisam de melhorias.

“Uma equipe já começou a levantar as necessidades dos escritórios e deve iniciar as reformas necessárias para melhorar as condições de trabalho dos servidores”, afirmou Luiz Soares. A SES também finalizando um processo para a aquisição de mobiliário, aparelhos de ar-condicionado e computadores para os escritórios.

No encerramento do encontro, o secretário Luiz Soares agradeceu as manifestações de apoio e a confiança depositada em sua gestão. “A categoria está cumprindo seu papel e querendo ajudar, com vontade de participar, fazendo as cobranças que são justas e necessárias. Todos nós aqui estamos empenhados em defender e abraçar o Sistema Único de Saúde”, concluiu o secretário.

 

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Silvana Melo | Domingo, 23 de Abril de 2017, 18h40
    0
    0

    Isso é só um melzinho na chupeta de todos pra o Pedrinho malvadeza tentar passar bunito o final de mandato.... Só balela.... Conto do vigário pra inglês ver.... porque 2018 tá bem aí. Se ele já queria resolver o problema com o pessoal do Detran terceirizando antes.... Imaginem agora q tem legislação.....

  • Silvana Melo | Domingo, 23 de Abril de 2017, 18h39
    1
    0

    Isso é só um melzinho na chupeta de todos pra o Pedrinho malvadeza tentar passar bunito o final de mandato.... Só balela.... Conto do vigário pra inglês ver.... porque 2018 tá bem aí. Se ele já queria resolver o problema com o pessoal do Detran terceirizando antes.... Imaginem agora q tem legislação.....

  • Silvana Melo | Domingo, 23 de Abril de 2017, 18h39
    0
    0

    Isso é só um melzinho na chupeta de todos pra o Pedrinho malvadeza tentar passar bunito o final de mandato.... Só balela.... Conto do vigário pra inglês ver.... porque 2018 tá bem aí. Se ele já queria resolver o problema com o pessoal do Detran terceirizando antes.... Imaginem agora q tem legislação.....

  • tatielly | Sábado, 22 de Abril de 2017, 17h18
    4
    0

    Pelo menos que eu fiquei sabendo qto ao da educação, estabelecerá no edital que o candidato deve acertar no mínimo a metade das questões de todas as disciplinas, penso que esta é uma das formas de eliminar vários candidatos e existir poucas contratações. Muitas vezes nem preenchendo o número de vagas. Daí abre brecha para as terceirizações. Na Educação já começou, com projetos que contratam profissionais de outras áreas distintas do da educação, pagando-lhes um salário menor que o de professor. E cabe ressaltar que as contrataçoes de tais profissionais nem estava previsto no edital de contração de professores da Seduc MT 2017. Quem contou ponto em determinada escola nem sabia que ali receberia estes profissionais. Tirando a vaga dos professores que estavam bem colocados na contagem de pontos. Contratações sem transparência. Esses concursos é só para angariar votos. Só acho!

  • Andréa | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 22h00
    6
    1

    Tomara que sai mesmo da saúde e da educação !!!!

  • Marcilene | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 15h31
    9
    2

    Quando as inscrições

  • Rosalina morais da Costa ferreira | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 14h50
    3
    0

    Presizamo de concurso para técnico enfermagem

  • Rosalina morais da Costa ferreira | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 14h49
    4
    1

    Presizamo de concurso para técnico enfermagem

  • Elani dos Anjos | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 14h28
    8
    1

    Eu só acredito vendo! O concurso da Educação era para 2016. Estamos em 2017 e nada! Enrolação pura!

  • Luiz | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 10h31
    8
    0

    uai...e cadê a crise na folha de pagamento? Isso é prá acalmar o sindicato?

  • Cleber Souza | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 10h24
    6
    9

    Cara estou começando a gostar do governo do pedro taques, esta no caminho certo investindo nas três áreas mais importantes no estado, segurança , saúde e educação.

  • Lúcia Helena do Nascimento Silva | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 09h53
    1
    2

    Haverá vagas p educador físico? Quantas vagas?

  • Lúcia Helena do Nascimento Silva | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 09h53
    0
    3

    Haverá vagas p educador físico? Quantas vagas?

  • Jair | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 08h13
    5
    7

    Tem que pagar o RGA, isso sim, concurso público não é prioridade em época de crise, visto que a LRF veda a contratação de pessoal.

  • sandra amorim | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 07h37
    4
    2

    Boa noite Quem ja trabalha na prefeitura municipal de cuiaba .Pode fazer o concurso e tentar uma vaga? e a idade ?

  • Maria Luiza Alves da Silva | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 07h05
    4
    3

    Estarei disposta a fazer esse concurso tomara que saia logo

  • Lopes | Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 00h22
    1
    1

    Esse Estado não precisa de profissionais de engenharia e arquitetura? Quem vai fiscalizar as obras contratadas? Por que não tem concurso pra essa área?

  • Deusa | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 22h15
    30
    10

    Quantas vagas será destinadas enfermeiros e Tec de Enf? E qual a carga horária e salários dos mesmos?

  • alexandre | Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017, 20h16
    37
    6

    isto é pra evitar greve ? ou o governo vai investir em melhorias ?

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS