24 de Março de 2017,

Política

A | A

Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 12h:13 | Atualizado:

PRIORIDADE "1"

Novo chefe do MPE aumentará tecnologia no Gaeco para combater a corrupção

Mauro Curvo destaca que corrupção intensifica problemas em outros setores


Da Redação

maurocurvo.jpg

 

O promotor de Justiça Mauro Curvo, que tomará posse como procurador-geral de Justiça do Estado em março, afirmou que irá fortalecer o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o combate à corrupção no Estado. Entre as medidas que devem ser adotadas pelo novo chefe do Ministério Público Estadual (MPE) estão questões relacionadas à saúde e o aumento no efetivo do Gaeco.

Em entrevista à rádio Capital FM, na manhã desta quarta-feira (11), o promotor disse que o combate aos crimes contra os cofres públicos é um dos principais itens de sua gestão. “Precisamos enfrentar a corrupção e fazer com que as pessoas que querem ganhar dinheiro às custas do erário público paguem por isso”, destacou.

Curvo comentou que o combate corrupção será prioridade em razão de trazer consequências para todos os outros setores do Estado. “O combate à corrupção é essencial. A corrupção mata quem tá precisando de atendimento médico e não tem, porque o dinheiro foi desviado da saúde. A corrupção mata em uma estrada, por conta de buracos que não foram consertados”, declarou.

Para melhorar o desempenho no combate aos crimes, o futuro procurador-geral de Justiça do Estado pretende melhorar a tecnologia e capacitar novos membros para o Gaeco. "O combate à corrupção vai ser aperfeiçoado. Nossa ideia é colocar mais colegas, para melhorar a atuação, e ainda trabalhar com tecnologia. A somatória de mais gente e tecnologia vai nos dar melhor resultado no combate à corrupção. O Gaeco de Mato Grosso é, hoje, o que tem a melhor estrutura física de trabalho do Brasil”, explicou.

Em relação às investigações sobre crimes de corrupção praticados no Estado, Curvo assegurou que ainda não tem conhecimento sobre os andamentos dos casos. "Não tenho conhecimento das investigações. Devo tomar conhecimento depois que assumir a instituição, em março”, esquivou-se.

Outro tema que terá destaque na gestão de Curvo será a saúde. Ele pretende adotar métodos que acredita serem eficazes para aumentar os recursos para a área no Estado. “Na saúde, levamos a ideia de que devemos fazer uma gestão diferente. Pondero que precisamos utilizar a economia de escala. Precisamos trazer uma melhor gestão para a área da saúde, fazendo com que todos os municípios de Mato Grosso comprem conjuntamente. Se a gente conseguir fazer um único pregão de registro de preço para atender os 141 municípios, derrubaremos sensivelmente os preços, porque vamos ganhar em economia de escala”, planejou.

O promotor acredita que a compra de medicamentos e itens hospitalares em conjunto é uma das principais alternativas para melhorar a saúde em Mato Grosso. “Quanto menor e mais pobre o Município, maior vai ser o benefício dele, porque ele vai continuar comprando a quantidade de medicamentos que ele precisa, mas vai pagar menos, porque isso vai estar no bojo de uma grande aquisição”, pontuou.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), e a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), já teriam sido comunicados sobre o projeto de Curvo para a saúde. Ele informou que ainda pretende conversar com representante da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). “A ideia é que, posteriormente, quando tivermos o cálculo de quanto a gente economizou, possamos reverter essa economia para que os consórcios intermunicipais de saúde passem a adquirir serviços médicos naquela região”, contou.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • EDUARDO PÓVOAS | Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 14h01
    4
    1

    SEU PAI, MEU QUERIDO PROFESSOR DE FISICA, JÕAO BARBUINO CURVO, SE VIVO FOSSE ESTARIA MUITO ORGULHOSO. PARABENS!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS