22 de Novembro de 2017,

Política

A | A

Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 22h:27 | Atualizado:

ARAPONGAGEM FANTÁSTICA

PT destaca credibilidade de Zaque e vê organização criminosa em MT

Oposição ainda busca apoio para criar CPI na Assembleia


Da Redação

grampos.jpg

 

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) defendeu a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas interceptações telefônicas irregulares em Mato Grosso. O petista declarou que, se o governador Pedro Taques (PSDB) não tem nada a temer em relação ao caso, não deve ter medo das apurações no Legislativo Estadual.

A CPI referente aos supostos grampos telefônicos no Estado foi proposta pela deputada estadual Janaína Riva (PMDB), mas somente cinco assinaram o requerimento que precisa do apoio de oito para entrar em vigor. A parlamentar anunciou que pretende iniciar apuração sobre o caso na Assembleia Legislativa do Estado, após descobrir que estava entre os mais de 120 nomes que foram alvos das interceptações telefônicas criminosas.

Barranco anunciou que apoia a iniciativa da companheira de oposição e disse que se esforçará para conseguir levar a comissão adiante. "Não só apoio, como envidarei esforços para que possamos aprovar a abertura da CPI para investigar os grampos telefônicos criminosos, que têm sido denunciado pela imprensa e também foram objetos de matéria de uma reportagem do ‘Fantástico’”, contou.

De acordo com o parlamentar, as apurações da CPI serão necessárias para conseguir obter mais informações sobre o esquema criminoso, que já está sendo alvo de investigação da Procuradoria Geral da República (PGR). “Precisamos ir a fundo, para descobrir quem foi o responsável pela instalação dessa organização criminosa, que é algo sem precedentes em Mato Grosso. Isso fere a democracia, o Estado de direito. Devemos descobrir a quem interessa, ou interessava, esses grampos telefônicos. Precisamos responder isso”, pontuou.

Ele ainda mencionou que o governador Pedro Taques, que afirmou não tinha conhecimento sobre o procedimento que estava sendo apurado pela PGR, não deve ter receio das apurações que poderão ser feitas pelos parlamentares. “Se o governador não tem nada a temer, como ele tem dito por aí, não deve ter medo da instalação da CPI, porque ela é o caminho para que ele possa se provar se é ou não culpado e quem teria culpa”, asseverou.

Conforme Barranco, um dos principais objetivos de uma possível comissão parlamentar será apurar quem seriam os mandantes das interceptações ilegais. “Nós já sabemos que o crime existe, porque já está comprovado que os grampos existem. Mas precisamos saber quem coordenou isso. Já sabemos que houve prevaricação, mas queremos descobrir quem prevaricou. Foi o secretário de Estado? ou o governador também prevaricou, porque sabia e não tomou providências. Então, só com uma CPI, que investigue a fundo e com urgência, será possível desvendar essa situação. É o mínimo que a sociedade mato-grossense espera de nós, parlamentares. Temos a obrigação de corresponder a essa expectativa da sociedade”, completou.

ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Por meio de nota, o PT cobrou rigor nas investigações. O partido ainda considerou as escutas ilegais "uma afronta a democracia" e disse que os atos são típicos de uma organização criminosa. O esquema de escutas telefônicas ilegais em Mato Grosso, investigado pela PGR, teria grampeado ilegalmente, ao menos, 120 pessoas. As práticas criminosas seriam feitas desde 2014, sem autorização judicial.

Entre os alvos, estão políticos com mandados, assessores, advogados, jornalistas e até policiais. Também estão na lista membros dos mais variados poderes e até mulheres que trabalham em cargos comissionados no Governo.

A suposta irregularidade foi denominada como "barriga de aluguel". Nela, a inteligência da PM solicitava interceptações de eventuais criminosos – no caso, uma quadrilha de tráfico de drogas e, posteriormente de assaltantes – e incluía nomes de outros alvos.

O ex-secretário de Segurança, Mauro Zaque, foi o responsável por encaminhar denúncia à PGR, na qual afirmou que Pedro Taques tinha conhecimento sobre o esquema criminoso. Para o promotor, o governador teria cometido o crime de prevaricação. Porém, Taques afirmou que Zaque fraudou o protocolo no qual afirmou que ele sabia dos grampos e disse que irá protocolar representação contra Zaque no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e na Procuradoria Geral de Justiça.]

 

NOTA PÚBLICA

Quanto ao gravíssimo caso de arapongagem clandestina realizado por um setor da PM/MT com suposto consentimento do governo do estado. A executiva estadual do Partido dos Trabalhadores vem a público ressaltar que:

1. O caso é de extrema gravidade e não pode ser minimizado por nenhuma autoridade competente. Trata-se de uma afronta aos direitos civis e a democracia. Nenhuma operação em curso no país é tão aguda do ponto de vista criminoso quanto a violação do sigilo pessoal garantido pela constituição federal; 

2. É importante frisar que a denúncia não foi feita de forma anônima,  e sim por um Promotor de Justiça Respeitado, que a época dos fatos exercia o cargo de secretário de estado de segurança pública, portanto, é fundamental que a presente denúncia seja rigorosamente investigada;

3. Neste sentido, parafraseando o governador Pedro Taques "ninguém está acima da lei" o Partido dos Trabalhadores solicita das autoridades responsáveis a maior imparcialidade e rigor nas investigações, e que informe para sociedade os autores dessa ORCRIM , e a quem interessa grampear os adversários políticos !

Cuiabá-MT, 15.05.2017

Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores

 

Postar um novo comentário

Comentários (34)

  • Jota | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 20h03
    0
    0

    Zaque frauda o protocolo com interesses próprios e aliados a oposição, junto com Janaina e Muvuca, e que benefício isso traz para a nossa população?? Tentando entender qual a real intenção dessa galera!

  • João Paulo | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 20h00
    0
    0

    A globo mai uma vez fazendo circo em relação ao nosso governador. Agora o mais engraçado é o PT querer destacar credibilidade de alguem, qual credibilidade esse partido tem??

  • Junior | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 19h58
    0
    0

    O grampo pode até ter existido mas à oposição jogar a responsabilidade no governo do estado eles sabem que vão contra a popularidade do governador, pelo visto as escutas vieram para servir a interesses individuais de alguns membros do governo mas estão tentando colocar essa culpa em Taques com o intuito de desestabilizar a figura do governador. Zaque se juntou a Janaína, Globo e Muvuca para pressionar o governador, cada um tem seus interesses né!

  • Cuiabano | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 19h56
    0
    0

    Nada foi provado contra o governador, e já vem petista fazer julgamentos, quando é com o senhor Lula a defesa é tremenda mesmo tendo tantos indícios descarados da quadrilha que ele formou!

  • joao batista | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 19h53
    0
    0

    Deve ser piada o PT querer falar de credibilidade! O principal partido envolvido em escandalos de corrupção e roubo do nosso país!

  • Humberto Dias | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 19h11
    0
    0

    Eu lendo essa matéria fiquei me questionando sobre como os valores estão realmente invertidos ein? Onde já se viu. PT falar de organização criminosa

  • Juninho | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 19h08
    0
    0

    PT vendo organização criminosa é engraçado demais kkkkkkkkk nos poupem

  • Felipe Assumpção | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h59
    0
    0

    Zaque, juntamente com a Globo, Janaína e Muvuca, estão criando um pequeno circo a cerca de interesses em comum. A Globo, quer um contrato mais gordo com o governo do estado. Já Janaina e Muvuca fazem a oposição sem pudor, e Zaque quer seu cargo de volta. É muita mídia mesmo... fazem como se estivessem num circo, cheio de palhaços... doidos pra aparecer. Janinha então fica pagando de santa mas vive como uma rainha encostada no patrimonio trilhardário que o pai roubou!!! Me desculpem... mas se querem derrubar o Governador... não vai ser assim que vão conseguir... já que gente honesta.. ta dificil encontrar nos 03 poderes.

  • João do Caju | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h57
    0
    0

    Engraçado que a galera do PT é muitoooo hipócrita... quando é o Lula, ele não foi condenado a nada...só está sendo julgado... não podemos cair matando... já quando é algo relacionado ao PSDB, que nem a julgamento foi ainda... é só uma suspeita.. aí é o fim do mundo... todo mundo é bandido, é safado... não da com esses PTzinhos que só fingem ter uma ideiologia política, pois na prática agem totalmente diferente. A ideologia deles, são seus interesses pessoais.

  • Maria do Bairro | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h56
    0
    0

    Mauro Zaque e a oposição estão fazendo de tudo para queimar o estado. Acusar o governador de ser o responsável pelos grampos chega a ser até incoerente ao vermos as decisões tomadas pelo atual governador. Espero que essa oposição suja pague por tudo que está fazendo.

  • Felipe dos Santos | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h55
    0
    0

    Zaque está desesperado para minar a imagem do governador. Engraçado o mesmo estar tão colado na oposição com todos esses episódios rolando, parece armação para desestabilizar Pedro Taques. Mas o nosso governador é um cara preparado. Não vai cair nesse conto da carotinha.

  • Dr. Rone | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h53
    0
    0

    eu creio que corrupção que tira a vida de milhares nos leitos de hospitais é sim muito mais agudo que sigilo de pessoas.

  • Tomas Algusto | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h50
    0
    0

    esse ai mesmo que deu o Título de cidadão de MT a Lula acho uma vergonha isso.

  • rafael antunes | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h46
    0
    0

    essa palavra é uma das mais usadas pelo PT- ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA. mas enfim quem são os cabeças da LAVA JATO?

  • Pietra Domingues | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h44
    0
    0

    Zaque é muito pouco confiável, não tem como se pensar nessa associação PT + Zaque.

  • Joel Matos | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h42
    0
    0

    é só acho que os maiores corruptos do País sempre gostaram de fazer merda e não vejo credibilidade no eles falam, e até me preocupa as pessoas que eles apoiam.

  • Nelso Rezende | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h35
    0
    0

    kkkkkkkkkkkkk Qual a credibilidade de PT para dar credibilidade a alguém ?

  • Gustavo M. | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h35
    0
    0

    Quem irá confiar no PT? confiamos uma vez e olha onde chegamos. Uma crise dessas

  • Judas | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 18h14
    0
    0

    AH, pt tem credibilidade em que para dizer que alguém confiável ou não? Me poupem! Olha a situação que nosso país se encontra, tudo graças ao governo PT que não soube governar. 2 impeachment na sua eleição e 2 ex presidentes filiados ao partido odiados pela população brasileira

  • Hellen | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 17h30
    0
    0

    Por falar em credibilidade, é bom lembra que Valdir Barranco não tem nenhuma!

  • Elder Penha | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 17h28
    1
    0

    Isso precisa ser muito bem investigado. Ao meu ver não passa de politicagem adjunta à intriga da oposição.

  • Carlos | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 17h15
    1
    0

    Como as pessoas tem tanta certeza de que Taques é o culpado pelos grampos? Pra mim isso tudo é politicagem de pessoas que desejam estar no lugar dele.

  • Hudson | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 17h14
    1
    0

    Ao meu ver, tudo isso é politicagem. Vejo 3 pessoas que tiveram grandes oportunidades de fazer coisas bacanas por MT e não fizeram. 3 secretários que fugiram do trabalho quando Taques mais precisava deles.

  • Ingrid | Segunda-Feira, 22 de Maio de 2017, 17h12
    1
    0

    Zaque deveria receber um atestado de incompetência. Sabemos que ele poderia resolver os problemas, porém preferiu arregar.

  • Servidor público estadual | Sábado, 20 de Maio de 2017, 14h34
    5
    1

    Falou com conhecimento de causa, pois de organização criminosa o PT entende como ninguém, e não é estas gravaçõezinhas não é coisa de bilhões como delatou JBS.

  • Jocadomas | Sábado, 20 de Maio de 2017, 10h37
    5
    1

    Esse cabo que supostamente pediu autorização para o grampo, vai ser designado para alguma deligencia e algum " bandido" vai matar ele, so esperar pra ver, sempre apagam os nais fracos

  • gilmar | Sábado, 20 de Maio de 2017, 08h31
    10
    7

    Vamos bater duro oposição! Chega de impunidade, essa cambada e minoria o povo te apóia.

  • Salustiano | Sábado, 20 de Maio de 2017, 08h21
    9
    5

    Dr. Tu quer jogar tua carreira na lata de lixo se junta com esse PT. E

  • eleitor matogrossense | Sábado, 20 de Maio de 2017, 08h01
    4
    11

    procurador mauro para governador!!!!!!!!é o único que se salva no cenário político matogrossense, ou outros possíveis candidatos estão todos enlameados pelo virús da corrupção e atos autoritários e de ilegalidade.

  • Cleber | Sábado, 20 de Maio de 2017, 07h03
    13
    7

    Impressionante como essa Selma adoece e remarca essas audiências que podem complicar o Taques. Sera que vai fazer isso ate dia 3 de outubro de 2018???

  • Leal | Sábado, 20 de Maio de 2017, 06h53
    14
    10

    PT acusar qualquer um de "organização criminosa" é uma piada!!!

  • Lucas Dias | Sábado, 20 de Maio de 2017, 05h48
    10
    5

    Temo pela vida do militar! Muito cuidado cabo Gérson porque você está correndo risco de vida. Digo porque se fizeram isso com o povo mato-grossense imagina para preservar a imagem de quem não merece? E você é o único que pode dar nome aos irresponsáveis. Muito cuidado amigo fica com Deus

  • Joaquim Alexandre Neto | Sábado, 20 de Maio de 2017, 00h43
    15
    10

    Esse Valdir barranco não é aquele que deu um título de cidadão MT pra lula? Sem moral nenhuma

  • Alencar | Sábado, 20 de Maio de 2017, 00h17
    14
    19

    Zaque para Governador

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS